quinta-feira, 7 de março de 2013

Deus permita a cura do Câncer

Minha mãe amava a vida, ela era feliz em tudo que fazia, conversava com todas as pessoas e fazia amigos por onde passava. Estava sempre bonita e arrumada... não tinha preguiça de nada, acordava sempre cedinho, tinha pressa de viver... Parece que ela sabia que o tempo era curto. Mau humor e tristeza não combinavam com minha mãe. Hoje voltando do hospital com meu pai eu fechei os olhos, abri a janela e fiquei sentindo o vento no rosto, abria os olhos e olhava para o céu azul e tudo abaixo dele verde e iluminado... pensei em minha mãe e em tudo que vivemos, lembrei do sorriso dela, seus olhos que ficavam mais verdes com o sol, da maneira como ela olhava para minhas filhas... e pensei que minha mãe não iria saber viver com o câncer... ela não seria feliz com as idas constantes ao hospital, as limitações, as dores... Ela queria viver sim mas queria viver plenamente, poder pegar as meninas no colo, varrer o gramado, pular no colchão com elas , passar a tarde na piscina. Observar a vida não seria o suficiente pra ela, ela iria ficar triste de não poder participar da brincadeira, de não poder ficar na churrasqueira ou passear na rua até as crianças cansarem. Deus conhece minha mãe, sabe de sua alegria e não permitiria uma vida assim... eu tenho vivido o câncer e vejo com tristeza os sonhos se transformarem, as pessoas se transformarem, sobreviventes felizes tendo que aceitar o retorno da doença, o medo, a dor... hospital vira a casa da gente... e nós que acompanhamos saímos para respirar e deixamos lá dentro uma multidão de prisioneiros do próprio corpo... minha mãe não saberia viver assim, ela não precisava viver assim. Rezo por um mundo onde o câncer não exista, sonho com esse mundo... E não me critiquem por isso, não queiram por favor me mostrar o lado bom pq eu odeio essa doença, eu não suporto, não aceito e não quero ver nada de bom nisso. Que bom que minha mãe hoje vive nesse mundo que eu sonho, que bom que ela possa ser livre, ela merece ser livre, merece ser feliz e com certeza um dia estaremos juntas novamente e essa lembrança ruim será apenas um minúsculo pedaço de nossas vidas. Seja feliz mãe, aprovite o vento no seu rosto, a pureza, as cores, a vida que eu sei que permanece em você... Não lamente a separação mãe, pois esse tempo não é nada, essa vida não é nada... temos muito para viver juntas ainda, mas não agora, não aqui, não dentro de um hospital... Vamos nós sentar em um lindo jardim e relembrar os dons momentos, eu, vc e as meninas, vamos ser felizes como eu disse que seríamos, mas em um mundo melhor, em um lugar mais bonito e seus olhos vão estar ainda mais verdes e seu sorriso ainda mais iluminado... O amor ultrapassa essa barreira, ele vive a todas as distâncias, estamos juntas e sempre estaremos. Fica bem mãe, fica tranqüila, confia em mim pq aprendi com vc a ser forte e vou conseguir... tudo vai ficar bem.

Nenhum comentário: