segunda-feira, 15 de abril de 2013

Bons exemplos

Quando eu era pequena eu tinha aula de religião na escola, lembro pouco das coisas que aprendi nessas aulas mas lembro perfeitamente da freira que dava aulas pra minha turminha... Um dia eu estava assustada com alguma coisa no banheiro e ela entrou pra conversar comigo, não lembro o que ela disse mas lembro dela ter secado meu rosto, segurado minha mão e sorrido pra mim... ela usava um óculos de lentes verdes e dava pra ver que seus cabelos eram lisos e escuros por baixo no lenço que usava na cabeça... Eu fiquei naquela escola até a oitava série e sempre que via ela passar pelos corredores sentia uma grande paz no meu coração. Pessoas assim fazem a diferença, pessoas boas, de coração puro, que espalham amor por onde passam... acho que na verdade é isso que está em falta no mundo. Hoje em dia todo mundo acha que tem um conselho pra dar, que tem uma solução para a vida do outro, que é sábio, que é perfeito, que é bom... todo mundo quer ter o que falar, todo mundo chega perto de você e quer te apontar o caminho... mas ninguém mais quer secar as lágrimas de ninguém, não existem mais pessoas que apenas seguram as mãos dos que sofrem, não vejo mais pessoas que consigam simplesmente sorrir e ouvir, dar um abraço, dar um colo... O mundo hoje é competitivo e se você quer se destacar tem que mostrar trabalho, tem que levantar a voz e sacudir os braços... tem que gritar, levantar multidões, tem que ser líder, tem que ser caridoso de carteirinha... ninguém mais se interessa pelo prazer de dar um sorriso, pelo prazer de um toque de amor... ninguém mais vai te buscar no banheiro se você estiver assustado. Fazer o bem sem platéia não interessa mais... Hoje em dia o "amigo" entraria no banheiro e te daria um belo sermão, afinal de contas amigo que é amigo não passa a mão na cabeça... os amigos de hoje chegariam com um belo discurso, arrancariam o resto de coração que você ainda tivesse, vomitaria algumas verdades na sua cara, te tiraria mais algumas lágrimas e sairia orgulhoso do banheiro... afinal amigo que é amigo tem mais é que vomitar umas belas de umas verdades na tua cara e com a voz bem alta, e com o olhar bem duro... nada de palavra de carinho, nada de sorriso, nada de abraço quietinho... isso é coisa do passado, não pode mais... O mundo mudou, hoje não pode mais ter aula de religião, de educação moral e cívica, professor não pode falar de amor, não pode mais dar a mão nem abraçar, não pode pegar criança no colo, não pode contar história, não pode nem sorrir... hoje o mundo é duro e quem ama se sente na obrigação de ensinar o outro a ser duro, a ter força pra sobreviver... amigo que é amigo hoje em dia não pode mais esperar o tempo do outro, nem ser gentil, muito menos respeitar... amigo que é amigo tem que te jogar na cara um monte de verdade ( ainda que não sejam as suas verdades )... Amigo que é amigo vai mesmo é te dar um belo de um esporro se você se esconder no banheiro... ele vai te falar "levanta daí seu fracote, vai encarar a vida, pega sua dor e joga no lixo que hoje em dia as pessoas não podem mais perder tempo chorando não ! Vai viver, vai aprender, vai correr atras do prejuízo que a vida é foda." Mas eu não... eu sinto saudade da irmã da minha antiga escola, com seu olhar bondoso, seu sorriso doce e sua maneira simples de silenciosamente colocar esperança e amor no coração das crianças que ela tinha para cuidar... Ela falava pouco, e quando falava era bem baixinho, nunca vi ela dando bronca nem fazendo discurso... ela respeitava cada um de nós, ajudava a gente a passar pelos problemas e sorria quando via que tínhamos conseguido... Acho que ela sabia que cada um tem um tempo, que cada um passa pelo que precisa passar, que a única maneira de ajudar era estar por perto, sendo amiga e dando o exemplo... Minha mãe sempre dizia que era difícil pagar aquela escola mas que ela tinha orgulho de me ver ali, com aquele uniforme bonito que ela queria usar quando criança... hoje eu agradeço a minha mãe, não apenas pelo uniforme mas pelos valores que me deram ali... Nem todo mundo tem a oportunidade de conhecer gente boa de verdade, gente que sabe fazer a diferença... gente que sobrevive 30 anos no coração de outra pessoa... Ah quem dera minhas filhas tivessem a sorte de ter amigos assim, que passassem sempre as mãos carinhosas em suas cabeças... mostrando os erros sem palavras cruéis, quem dera que elas possam sobreviver a esses tempos tão tristes dos corações humanos sem perder a doçura, sem perder a gentileza... E se um dia elas caírem eu desejo um amigo que fale baixinho "machucou ? não corre mais não" do que um salvador que grite nos seus ouvidos " caiu porque correu, agora aguenta a ferida sem chorar porque a vida é assim !" Que Deus coloque na vida delas amigos verdadeiros que não se importem com seus erros, que não julguem suas quedas, que não tenham a pretensão de salvar suas vidas... que Deus coloque em suas vidas apenas bons amigos, que possam estar sempre presentes e que tenham sempre um sorriso acolhedor em seus rostos... Ah bom Deus... que o mundo possa ser mais gentil com minhas pequenas, que as pessoas não percam a bondade, que não endureçam seus corações... Que eu consiga ensinar pra elas que tudo pode ser perdoado, que nenhuma palavra vale mais que um abraço, que a vida é bonita e que o tempo é curto e que não vale a pena perder tempo julgando ninguém... e que acima de tudo elas possam crescer entendendo que amor é respeito e que respeito não impõe regras nem atitudes... Que elas possam guardar em seus corações esses tempos em que gentileza e amor eram valores a se admirar, e que elas nunca se transformem nessas pessoas que hoje fazem parte da multidão e que com o coração fechado não sabem mais abrir os braços... que elas nunca se transformem nessas pessoas de hoje que ensinam gritando, amam se afastando e que acreditam que amizade é tapa na cara e que ser bom é ser cruel... Eu bem sei que o mundo é duro e que a vida não é cor de rosa, mas que ainda assim elas possam sempre acreditar que um bom abraço salva muito mais que qualquer discurso.

Nenhum comentário: