quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Pedagogia, minha paixão!



Oi Pessoal
Quem já conhece meu blog de Pedagogia?
Temos atividades para impressão, livros para colorir e baixar em PDF, planos de aula,
projetos e muito mais. Tudo direcionado para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental I.

Entre e confira!
Ensinar Sorrindo - Blog
Ensinar Sorrindo - Facebook

Aguardo todos por lá!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Feliz Aniversário

E eu fico imaginando... 37 anos no passado, meu pai esperando e minha mãe dando a luz. Um hospital simples, um casal jovem e a primeira filha chegando ao mundo... a única. Fico tentando ver como ela deve ter me olhado, como meu pai deve ter contado para os amigos, como a família deve ter comemorado minha chegada. Os medos, dúvidas, ansiedades, alegria, euforia... tudo que se sente quando nos tornamos mães e pais e adultos...

E depois a catapora que foi dura, a timidez difícil de largar, o primeiro dia de aula, a emoção nas festinhas de dia dos pais e das mães. Eles me olhando crescer, percebendo o tempo passar, me conhecendo, aguentando a adolescência e todas as crises próprias da idade. O primeiro porre, o primeiro cigarro, o primeiro namorado, as amigas, passeios, baladas, madrugadas na rua, trancar faculdade, trabalhar fora...

O tempo passa perceptivelmente quando temos filhos, vemos os anos passarem a cada roupinha que não serve mais, a cada vez que tentamos pegar no colo e não conseguimos... Quando escolhemos uma roupa e eles já não querem usar... Fico imaginando se minha mãe observava essas coisas, se sentia assim como eu sinto o aperto no coração de ver meus pequenos cada vais mais independentes de mim. Uma mistura de felicidade e saudade antecipada...

Fui filha, fui bebezinha, menina, moça, mulher... agora sou mãe e parece que é só o que posso ser... 37 anos se passaram, tantas coisas, tantas vidas... Perdi vocês, fui até o inferno e voltei, passei pela loucura, a insanidade total da mais negra solidão... e voltei. Vivi intensamente...

Sim, disso eu posso me orgulhar, vivi intensamente cada pequena fase de minha vida, mergulhei e me perdi em cada uma delas, sem medo, sem nem perceber.

Bons amigos, quanta saudade, tempo bom e divertido, de problemas simples que pareciam tão grandes... Aprendi a beber, fumar... mas também aprendi a amar, respeitar... aprendi a viver, ser livre. Fazíamos o que queríamos e na hora que queríamos e era tão maluco e tão bom! O primeiro beijo na boca, a primeira madrugada em claro, ouvir música o dia todo, comer feijão gelado!

Me apaixonei, sofri, amei... tudo intensamente. Me tornei esposa, mãe... e a intensidade se transformou, nada mais podia ser na hora que queria, nada mais precisava ser da maneira que eu desejava... o mundo era agora um mar de felicidade calma e tranquila. Ser mãe foi minha maior aventura, minha grande descoberta, a melhor parte da minha vida. Transformadora, avassaladora, derrubando certezas, mudando tudo dentro de mim... Mágico, lindo, perfeito! De longe, o meu melhor momento!

37 anos. Perdi pessoas queridas, insubstituíveis, ganhei 3 anjos amados e aprendi que nessa vida não mandamos em nada, não temos controle de nada. As coisas chegam e partem, as pessoas entram e saem, os anos passam, o tempo voa, tudo muda... e nós só podemos seguir com nosso barquinho...

Hoje choro por não ter você me ligando pra desejar um feliz aniversário, sinto saudade do pai, da mãe, da melhor amiga que se foi tão cedo... todos vocês... cedo demais... Mas choro também de felicidade, de alegria pura e verdadeira, de gratidão por receber logo pela manhã os abraços mais importantes de minha vida... família, meu tudo, minha salvação, meu refúgio, minha paz em meio a tempestade dos dias...

37 anos se foram, não voltarão nunca mais, Nasci em 1978 e quando olho pra esse número nem consigo imaginar como era o mundo naquele ano... mas eu já estava lá... Era um bebezinho no colo de minha mãe, tirando as noites de sono do meu pai... descobrindo a vida... E continuo até hoje... descobrindo a vida...

São 37 anos e muita vida, muito amor, muitas lembranças, muitas saudades... e sou grata por tudo, por cada lágrima e cada sorriso.

Faço 37 anos hoje, um dia como outro qualquer,
Meu dia, meu aniversário...
Agradeço a Deus pela vida vivida e pela vida que ainda vou viver... gratidão e saudade... essas hoje são minhas palavras. Sem lágrimas de tristeza, com um grande sorriso... Aqui estou eu, olhando a vida, vivendo, sendo o que posso ser da melhor maneira que posso ser... E agradeço a Deus por isso!

Parabéns menina, parabéns filha, parabéns meu amor, parabéns mamãe...
Recebo com carinho o abraço dos que se foram e dos que chegaram a pouco...

Feliz aniversário pra mim!!!