terça-feira, 28 de novembro de 2017

O futuro da Educação está em nossas mãos...


Eu tenho 39 anos e estou me formando em Pedagogia esse ano, trabalho em escolas faz muito tempo, já cursei Letras, já fiz muitos cursos, procuro sempre estar atualizada dentro da minha área... acredito realmente no poder da Educação... nunca parei de estudar, nunca desisti dos meus sonhos, sempre busquei, a cada dia, ser não apenas uma pessoa melhor mas também uma profissional melhor... Durante esse caminho eu aprendi muitas coisas, algumas aprendi na prática e outras na teoria... e digo sem pensar duas vezes que, a prática é sim importante, mas que é na teoria que tudo ganha sentido... Para se estar dentro de sala de aula, para poder proporcionar algo bom para os alunos, para que o agir tenha fundamento, a teoria é fundamental! Não basta saber cuidar de criança, não basta conhecer a matéria da aula... o professor precisa saber como agir dentro das especificidades de cada faixa etária, precisa saber mediar o processo de aprendizagem de cada aluno, precisa saber que a afetividade faz parte do processo, precisa saber que determinada lição vem antes da outra, que ensinar a ler é antes de mais nada um ato metodológico que requer conhecimento, que existe um caminho a seguir... Um médico não receita um remédio ao acaso, um advogado não defende um caso sem conhecer as leis... um professor não pode achar que apenas sua vivencia é o suficiente para dar subsídios a sua prática dentro de sala de aula... Na prática eu aprendi a compreender tantas coisas que a teoria havia me apresentado! Quantas coisas a teoria fundamentou em minha prática! É fato gente... uma coisa não é possível sem a outra, não dá pra se tornar um bom profissional sem uma coisa ou sem outra, pois as duas se complementam! Mas assim como um médico antes de praticar precisa compreender a fundo cada teoria, assim como um engenheiro precisa ser conhecedor das teorias antes de construir um projeto... assim também precisa ser com o professor! É preciso acabar com o pensamento retrógrado de que professor não precisa estudar, de que estar em sala de aula é suficiente para ser bom! E isso precisa acabar logo, pois as consequências desse pensamento já se mostram em nossa realidade, em nossas crianças, em nossos filhos! Professores que não sabem como agir diante de um problema em sala, professores que não conseguem alfabetizar, que não sabem onde agir dentro do processo de aprendizagem de seus alunos, professores que não sabem planejar uma aula, que não sabem avaliar seus alunos, que nunca leram autores importantes para a fundamentação da prática em sala... E eu digo, sabendo que serei condenada por muitos, que na minha opinião, que pra mim, o maior problema da educação ainda são os professores... não todos é claro, mas muitos deles, que de braços cruzados, de cabeças fechadas, que sem estudo, com formação duvidosa, permanecem em sala de aula, reclamando das condições de trabalho, reclamando do sistema, resmungando da vida... sem nem ao menos se dedicar verdadeiramente ao que deveria ser o propósito de vida de qualquer professor... a Educação! E desculpe gente... mas antes de educar é preciso ser educado, antes de ensinar é preciso ser ensinado... antes de cobrar o mundo, antes de reclamar da vida, é preciso ser bom naquilo que se faz e fazer com amor e dedicação... O que vejo nos cursos é um monte de gente que não lê nenhum livro, que não assiste nenhuma aula, que não faz a menor ideia do que significa cada capítulo, cada teoria, cada ensinamento... gente que acredita que será um bom professor só porque tem filho, só porque é mulher... que olha para um livro de Paulo Freire e diz "pra que eu preciso saber isso!" Que abre uma apostila sobre psicologia do desenvolvimento e acha que é tudo besteira, que não faz a menor ideia da importância do agir no processo de desenvolvimento de uma criança! Gente que entra em sala de aula e acha que porque sabe cortar EVA é professor, gente que não conhece regra básica de ortografia mas que acha que pode alfabetizar uma criança! Gente que passa o dia dentro de uma sala de aula e acredita que é bobagem fundamentar sua aula! Que não sabe fazer um relatório, que não sabe a diferença entre conhecer e aprender, entre apresentar um conteúdo e ensinar um conteúdo! Professor que acha que aos 3 anos uma criança está pronta para ler, que segura mão de criança para fazer a atividade, que passa o dia pintando atividade para pai ver... que realmente acredita que obrigar uma criança a lambuzar a mão em tinta é um ato de aprendizagem! Gente que senta na sua mesa de professor e cruza os braços quando a turma é difícil, que abandona seus alunos, que ri do erro das crianças... São tantos os absurdos que vimos dentro das escolas!!!! E isso começa dentro das universidades, começa quando esses futuros professores passam semestres ou períodos inteiros sem estudar, sem ler um livro, sem estudar... achando que é possível se formar sem esforço, sem abrir mão de um final de semana, de uma noite de sábado... gente que usa o outro para conseguir um diploma, que no final do curso vai levantar seu certificado e realmente acreditar que está formado, que será um bom professor! E o perigo disso tudo... o perigo disso tudo é um de seus filhos caírem na sala de um desses professores, um de seus netos... um primo ou sobrinho... Eu não sou perfeita, não sou a melhor professora do mundo! Sei disso, conheço minhas limitações e luto para superar cada uma delas... mas se tem uma coisa que nunca fiz foi conseguir algo sem me esforçar para isso! Eu luto, eu me dedico, eu leio e busco compreender as coisas que possam me ajudar em minha profissão... E esse texto enorme não é para me gabar de nada... mesmo porque na minha humilde opinião, isso é o mínimo que um professor precisa fazer... estudar!!!!! Cada vez que abro minha página e acho um erro grotesco de ortografia em um grupo de professores, cada vez que vejo um aluno do último ano de pedagogia perguntando onde achar o link de postagem de um trabalho que deveria ter feito durante todo o curso, cada vez que vejo gente perguntando quem é um autor que deveria ter conhecido no primeiro semestre... cada vez que vejo essas coisas, temo pela minha profissão, temo pelo futuro da educação no Brasil, temo por meus filhos.... temo pela humanidade, que infelizmente, a cada dia, parece estar perdendo valores básicos ao ser humano.... Triste, lamentável.... doloroso de se ver!!!!!

Nenhum comentário: