sexta-feira, 18 de julho de 2008

Parto humanizado ?

Quando fiquei grávida de minha primeira filha comecei de imediato a pesquisar na internet a melhor maneira possível para realizar o parto de minha pequena. Entrei em vários grupos e listas, pesquisei vários sites e foruns e encontrei opiniões muito distintas por aí. Em um desses grupos encontrei muitos argumentos convincentes e apartir daí iniciei meus estudos sobre o assunto.

O parto normal, ou melhor dizendo, natural era defendido com unhas e dentes por médicos, enfermeiras e muitas mulheres desse grupo e a cada novo tópico eu me convencia mais e mais de que poderia ser bom pra mim e para minha filha.

A maioria defendia o parto natural em casa ou em casas de parto, sem nem mesmo o acompanhamento de um hospital com pronto socorro, uti e tudo mais, mas parecia bem seguro e os depoimentos eram bem leves e alegres.

Decidi ter minha filha assim, mas como o dinheiro não é pra todos fui para um hospital público, onde fiz todo meu pré-natal e onde fui para ter minha pequena assim que começaram as contrações. Nesse hospital também era defendida a idéia do parto natural... por isso achei que seria bom.

Tive um parto muito traumatizante pra mim e para minha filha, passei mais de 24 horas em sofrimento e o pediatra disse depois que minha bebe também já havia entrado em sofrimento há mais de 4 horas antes de nascer em uma cesária de urgência. Eu tive uma forte hemorragia logo após o parto e perdi sangue durante toda a noite pois as enfermeiras são treinadas para deixar a mãe se recuperar normalmente. Só viram a gravidade da situação pela manhã e eu já estava praticamente sem forças pra nada. Minha filha nasceu com dois hematomas na cabecinha de tanto tempo que ficou em posição para nascer, tinha o narizinho completamente torto pois estava encaixada demais e por mais tempo que o normal, ela ficou sem respirar por vários minutos e teve que ser entubada e ir direto para a UTI do hospital... eu nem ao menos pude segura-la na primeira noite, só no outro dia e depois de me recuperar com soro nos dois braços... toda a família ficou em desespero e meu marido que acompanhou tudo estava acabado e sem forças para mais nada.

O que acontece é que o parto natural é bom sim, mas SEMPRE deve ser acompanhado o tempo TODO por um médico de sua confiança. Algumas mulheres, como eu, acreditam que tudo será fácil e esquecem que nem sempre as coisas acontecem da maneira que desejamos e acabam muitas vezes sofrendo muito e fazendo seus bebes sofrerem também.

Quando finalmente pude ver minha pequena e segura-la nos meus braços senti uma enorme gratidão por não ter acontecido o pior e chorei muito ao ver o quanto ela tinha sofrido... mas graças a Deus ela estava bem e logo iria para o quarto comigo... isso me aliviou o coração.

Depois de tudo se tranquilizar e já em casa com minha filha é que eu fui entender o verdadeiro mecanismo do parto natural em hospitais públicos. É mais barato e ponto, o resto não importa muito. Não tem anestesia, medicamentos, não tem cirurgia, aparelhos e nada das coisas que usam em hospitais particulares, a mãe na realidade " se vira " sozinha... o médico nem aparece muito, ficamos só com enfermeiras a maioria do tempo. E isso é o que acontece...nada da "magia do parto normal" nem de todas as coisas bonitas que lemos por ai... isso é tudo fantasia, a não ser é claro para aquelas que podem pagar doulas e terem seus filhos no Santa Joana... o que não é o caso da maioria. Por incrível que pareça isso acontece muito nos dias de hoje, depois do meu primeiro parto eu estudei muito e investiguei muito por ai e descobri que muitas mulheres perdem seus filhos e as vezes até a vida em lugares assim...

Sempre que posso conto minha história e escrevo também em muitas listas de discussão por ai... acho que é uma obrigação de mães que já passaram por isso alertar outras mulheres que estão prestes a ter seu primeiro parto.

Não é que eu defenda o parto cirúrgico... não é isso...o que defendo é o parto humanizado, seja ele normal ou não...

Portanto vocês que estão para dar a luz, pensem muito e pesquisem, investiguem o hospital e não se deixem levar pela ilusão que tudo sempre dá certo... pois não é bem assim...

Meu segundo parto foi lindo e tranquilo e tudo correu muito bem, mas não é uma regra e não vale a pena pagar pra ver.

Sei que o assunto é pesado, mas infelizente é a realidade de nosso Brasil.

Só pra terminar, minha filha hoje tem 2 aninhos e é a coisa mais linda do mundo... lutou pra nascer e veio pra trazer alegria as nossas vidas !

2 comentários:

Cynthia (Eu e EU) disse...

Oi, Paula!
Adorei sua visita, e estou amando seu blog!
Eu ainda não tinha pensado na questão do parto, até que meu marido veio me dizer que está com medo de parto normal, teme pelas dores que vou sentir...eheheheh Uma tarde, lendo o livro "Nossos Filhos são Espíritos", tomei minha decisão: Vou optar pelo parto normal,(na medida do possível, claro) dando ao meu filho o direito de nascer na hora em que ele se sentir prontinho, e sem lhe causar traumas, forçando a passagem antes da hora. fiquei comovida com seu dpoimento, espero que ele traga luz a muitas futuras mamães indecisas...
Beijos!

Vany e Jo disse...

Muito bons os seus relatos, realmente não se pode confiar que sempre tudo vai dar certo, quando se trata de nossos flhos a precausão é sempre quem manda

abraço

Vanessa