domingo, 17 de agosto de 2014

Meu paizinho... primeiro dia dos pais sem você...

Primeiro dia dos pais sem você, meu gordo, meu fofo, meu paizinho tão querido... vai chegando o dia e meu coração vai ficando apertado... sensação estranha de não ter você pra um abraço, uma ligação, um e-mail bem "de fazer chorar" como sempre fazia com você. Hoje de manhã quando todos saíram e o Fabinho dormiu fiquei pela sala olhando algumas de suas coisas que ficaram comigo... os CDs, a caixa de som, seu violão, fotos suas... e me deu uma saudade pai... saudade do seu sossego, da maneira tão doce que você tinha de me amar. Como faz falta esse amor tão verdadeiro e incondicional em minha vida! Ah como queria pegar a estrada amanhã e te ver no portão me esperando chegar, tomar café da tarde com você, dar uma passadinha na casa do vô, sentar no sofá e falar da vida sem pressa... quem sabe você tocaria um pouquinho de violão pra gente... Ah pai como tem sido difícil depois que você e a mãe partiram, como sinto falta de tudo... é uma luta diária e constante para manter a alegria, a fé e a confiança na vida... Não é fácil mas tenho suas lições e sua lembrança serena que tanto me dão força. Que os anjos te levem minhas palavras pai, que eles levem meu abraço e meu profundo amor e respeito, que eles te levem minha gratidão... Nesse dia dos pais, pela primeira vez na minha vida, não poderei te dizer o quanto te amo, mas é com fé que rezo para Deus, que Ele permita que daí o senhor receba meus pensamentos e meu abraço carinhoso. Te amo! Você foi o melhor pai que eu poderia ter! Obrigada por tudo!

Nenhum comentário: